DSC_0618

O período de Grande Expediente da Assembleia Legislativa prestou homenagem à extensionista rural e pesquisadora da Emater/RS-Ascar, Dra. Mara Helena Saalfeld, que recebeu a 54ª Medalha da Legislatura. A iniciativa, proposta pelo deputado estadual Ronaldo Santini, reconheceu seu pioneirismo nas pesquisas referentes à utilização do colostro bovino na alimentação humana e foi realizada nesta terça-feira (28/11).

Ao destacar a atuação da Dra. Mara, que há 35 anos é extensionista rural, o deputado Santini ressaltou a luta da pesquisadora pela liberação do uso do colostro bovino no Brasil. “Há 65 anos, o uso do colostro bovino na alimentação humana era proibido no país. Após muita luta da Dra. Mara, em 29 de março de 2017, o presidente da República assinou o Decreto nº 9.013, com o novo Regulamento de Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal, liberando o uso do colostro”, afirmou.

Pesquisas apontaram que o alimento demonstrou ter constituição nutricional até cinco vezes maior que o leite, como no caso das proteínas, podendo ser usado na produção de alimentos, suplementos e medicamentos. “A Dra. Mara descobriu uma forma inédita de armazenar o alimento, que batizou de Silagem de Colostro: em garrafas pets sem refrigeração, bem fechadas e armazenadas à sombra. O alimento foi testado na criação dos terneiros e mostrou desempenho superior ao do leite”, apontou Santini.

Ao homenagear a pesquisadora, Santini também homenageou o trabalho desenvolvido pela Emater-RS/Ascar. “Hoje, a agricultura familiar gaúcha é modelo no país graças ao trabalho desenvolvido por essa instituição. Parabéns a todos e à Dra. Mara pela luta constante pela valorização dos produtores e pela quebra de preconceitos no uso do colostro bovino em nossa sociedade”.

Além de deputados e familiares da homenageada, o evento contou com a presença do presidente da Emater-RS/Ascar, Clair Kuhn, e do Secretário de Desenvolvimento Rural do Estado, Tarcisio Minetto.

Texto e foto: Bruna Bueno – Jornalista MTB 15.774

Redes Sociais