WhatsApp Image 2018-05-25 at 18.33.12

O deputado estadual, Ronaldo Santini, participou, na tarde desta sexta-feira (25/05), de reunião extraordinária convocada pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marlon Santos, com o intuito de debater os reflexos da greve do caminhoneiros no Rio Grande do Sul.

Na oportunidade, foram definidas algumas sugestões, entregues ao vice-governador, José Paulo Cairoli, no final do encontro:

1) A Assembleia é contrária a qualquer tipo de violência e solicita que as forças da segurança sejam utilizadas na escolta de produtos, para que não haja o desabastecimento de produtos de necessidade básica.

2) O Governo do Estado deve realizar alguma forma de desoneração para toda a cadeia que envolve o transporte, como a liberação das cancelas em pedágios estaduais.

3) Os parlamentares sugerem a redução da incidência do ICMS no preço do diesel. O Governo deve abrir mão de um pouco de receita para não perder a totalidade da receita da área produtiva, que está entrando em colapso.

4) O Parlamento também solicita que o Governo não deixe de se comunicar com os movimentos que lideram as paralisações.

Conforme Santini, é preciso que o Estado “suba o tom contra o Governo Federal. Não é justo que o Rio Grande do Sul pague pelos prejuízos dessa paralisação, com milhares de mortes de animais e com os caminhoneiros sendo tratados como criminosos!”, ressaltou.

Os deputados presentes no encontro passarão a integrar uma Comissão, que será responsável por interagir com o Governo e movimentos ligados às paralisações. A reunião contou com a participação do presidente e dos deputados Santini, Gilmar Sossella, Regina Becker, Silvana Covatti, Sérgio Turra, Ernani Polo, Gabriel Souza e Missionário Volnei.

Texto e foto: Bruna Bueno – Jornalista MTB 15.774

Redes Sociais